(copy 3)

A estrutura económica de Tamera

A base de Tamera é uma comunidade de confiança. Isto também se reflete na sua estrutura económica. O dinheiro está sujeito à ética comunitária, tal como tudo o resto numa comunidade de confiança: transparência, apoio mútuo, e participação responsável.

A comunidade é informada regularmente sobre todos os movimentos monetários, projetos económicos, e investimentos. Todas as decisões são transparentes, e todos os membros da comunidade são convidados para os concelhos relevantes. Tamera em si, com todas as suas construções e aquisições, pertence à “comunidade” - a figura jurídica é apresentada abaixo.

A confiança não é o resultado de parágrafos e artigos, é uma qualidade humana. Quanto mais profunda é a confiança entre as pessoas, e quanto mais se abraça os objetivos políticos de Tamera, mais estas pessoas vão assumir responsabilidade pelo todo, e mover-se para além da sua anterior existência privada em direção a uma forma de vida comunitária. Isto também inclui um modo responsável de lidar com o tópico do dinheiro. É um tema de pesquisa aventuroso, inventar um sistema monetário interno que promova a confiança e a comunidade, enquanto reduz os pensamentos de competitividade. Atualmente, navegamos através de um sistema que inclui ambas as propriedades, comum e privada, com uma orientação crescente em direção à economia comunitária.


A Figura Jurídica da Economia de Tamera

Se nós quiséssemos descrever Tamera em termos empresariais, diríamos que o produto de Tamera consiste em construir um modelo global de paz e de campos de informação para a cura; e que o seu lucro consiste no conhecimento que é transmitido ao mundo, como forma de ajuda; e os seus accionistas são pessoas que querem investir o seu dinheiro, o seu conhecimento, e o seu trabalho.

Tamera  é um empreendimento comunitário. No sistema legal vigente, não existe, até ao momento, uma forma legal elaborada que capte realmente a complexa estrutura de uma comunidade. Consequentemente, nós desenvolvemos para o nosso enquadramento comunitário, uma estrutura que combina o formato de empresas e associações.
O terreno de Tamera e as suas infraestruturas são propriedade da empresa Ilos, Peace Research Center, Lda (ILOS Centro de Investigação para a Paz, Lda). Os gerentes de ILOS são as associações registadas  “G.R.A.C.E.” e “Associação para um Mundo Humanitário” (AMH). Os membros ativos  das associações são os membros  da comunidade de Tamera.

 

A Associação para um Mundo Humanitário (AMH) é responsável pelos projectos de pesquisa na área do ambiente e tecnologia de Tamera: O Campo Experimental da Aldeia Solar, a Paisagem de Retenção Aquática, a cura ecológica da paisagem, o projecto de reflorestação, a criação de biótopos alimentares e o estabelecimento da rede regional.

A Associação G.R.A.C.E. é responsável pelo campo da educação, incluindo o Campus Global, a escola de jovens para uma educação global, o Espaço das Crianças, assim como a educação interna e acções de paz global. A associação tem também uma bolsa de estudo para formação a estudantes pela paz de países mais carenciados. É possível financiar estudantes.

Esta estrutura é formada por uma firma, à qual é permitido ter lucro, e um setor de beneficiência não-lucrativa, que financia as suas atividades através de donativos e bolsas. Os lucros da ILOS são ré-investidos na propriedade, os edifício e a infraestrutura. 

 

Tamera tem três circuitos financeiros:

1. Orçamento de Base

Este é o cerne da economia comunitária de Tamera. Cobre todos as despesas básicas do local e das pessoas incluindo serviços, reparações, manutenção e abastecimento. O Orçamento de Base é financiado por hóspedes e pelo lucro dos seninários, pela loja e livraria, pelo Círculo de Apoio e doações directas, assim como pela comunidade em si mesma. Tendo em conta a dimensão do projecto, este Orçamento de Base é relativamente baixo. Torna possível que no seio da comunidade não existam salários nem custos com mão de obra. Todos os colaboradores trabalham por alojamento e alimentação e recebem uma quantia como mesada. Os colaboradores de Tamera responsabilizam-se por quaisquer deficits financeiros. É-lhes pedido então que atraiam dinheiro para Tamera para compensar alguma falta ao Orçamento de Base.

2. Orçamento de Empréstimos

A aquisição da propriedade de Tamera e o investimento inicial foram conseguidos em parte com empréstimos convencionais. Desde há alguns anos decidimos abandonar estes empréstimos para investimentos, por razões políticas. O Empréstimo do Orçamento de Base pode ser reabastecido com intercâmbio de empréstimos sem juros para que os empréstimos privados possam ser ressarcidos a quem emprestou o dinheiro.

3. Orçamento de Investimento

Os fundos doados aqui vão directamente para os projectos de grupo individuais. As doações do Orçamento de Investimento são usadas para a construção de ´projectos, o Campo Experimental da Aldeia Solar, a continuação da expansão da paisagem de Retenção Aquática, autonomia alimentar, design da paisagem, criação da Escola Internacional “Escola da Esperança”, acções políticas, viagens de trabalho em rede, etc.

Os custos paralelos de cada novo investimento - custos de operação, custos de manutenção, gastos na infraestrutura, cooperação, planeamento e preparação de projectos – não são cobrados extra de cada vez mas incluidos nos 30% das doações que chegam. Estes 30% são então redireccionados para o Orçamento de Base, que assume todos estes custos paralelos.

Apoio Financeiro:

Existem várias maneiras de apoiar financeiramente Tamera.

1. Doe agora:

Encontrará informação mais detalhada e as contas listadas em baixo aqui

2. Torne-se um membro do Círculo de Apoio

O Círculo de Apoio é um grupo de pessoas que apoiam o trabalho de Tamera com uma contribuição mensal de vários níveis; este dinheiro vai para o Orçamento de Base. Este proveito regular e fiável é especialmente importante para o planeamento em Tamera. Permite também aos colaboradores darem continuidade às áreas de pesquisa , sem necessidade de interrupção o seu trabalho para procurarem empregos fora de Tamera.

Mais sobre o Círculo de Apoio aqui

3. Apoie estudantes de todo o mundo para virem a Tamera e estudarem.

Consultar a Bolsa de Estudo no sítio da Fundação Grace aqui

4. Conceda a Tamera um empréstimo sem juros

Mais informações: beate.moeller(at)tamera.org

Pela Humanização do Dinheiro e novas formas políticas:

Tamera coopera de forma muito próxima com a „Fundação Grace – Pela Humanização do Dinheiro“. A Fundação, encabeçada por Benjamin von Mendelssohn e a sua equipa não promovem apenas um único projecto, mas apoiam todo o „Plano dos Biótopos de Cura“, o que quer dizer, a actual construção de projectos-piloto em todo o mundo (Biótopos de Cura). Para mais informação aqui.