(copy 3)

Visão

O Biótopo de Cura I, Tamera, é um projecto de investigação para a paz que tem por meta criar um modelo para uma sociedade futura que se encontre livre de ódio, mentira, violência e medo. Tamera almeja tornar-se num ponto de acupunctura para a paz, uma estufa de confiança, o protótipo para uma existência livre de medo neste planeta, um modelo societal para o pós-capitalismo, e um local onde a esfera-humana e a esfera-meta da vida se reúnam.

Desde a ideia inicial e da sua fundação na Alemanha em 1978, o Projecto dos Biótopos de Cura atravessou diversos estágios de desenvolvimento e recomeços, até Tamera ser fundada no Sul de Portugal em 1995. Actualmente 170 pessoas vivem e trabalham aqui; estas encontram-se ligadas com a crescente rede internacional e com estações-base em Israel-Palestina, Colômbia, Brasil, Quénia, e outros países.

Desde o seu início, o foco do projecto centrava-se na questão de como poderiam os seres humanos, de todas as culturas e religiões, conviver de forma a que a paz pudesse emergir entre eles. Os tópicos de investigação abaixo apresentados foram trabalhados extensivamente e os seus resultados devem ser disponibilizados globalmente, para que as ideias basilares de uma sociedade sem violência possam ser realizadas por toda a parte:

 

- Desenvolvimento de comunidades nas quais se torne novamente possível a confiança entre seres humanos.

- Terminar a guerra entre os géneros e trabalhar para a cura do amor.

- Criar uma forma de convivência na qual a atracção sexual entre uma pessoa e outra não provoque ciúmes numa terceira; onde não seja despoletado nem ódio nem competição.

- Ética de verdade, apoio mútuo e participação responsável.

- Cooperação com a natureza e coexistência não-violenta com os animais e todas as co-criaturas, até mesmo com as mais pequenas.

 - Criação de uma base material de vida que já não se encontre ligada com a destruição da natureza, exploração ou esgotamento dos recursos naturais.

 - Autonomia alimentar regional e subsistência ecológica.

 - Restabelecimento do ciclo hidrológico e dos ecossistemas através da criação de Paisagens de Retenção de Água.

 - Retirada da economia baseada nos combustíveis fósseis, através do desenvolvimento de sistemas autónomos para o abastecimento energético.

 - Cura através da criação de circunstâncias de vida sanadoras.

 - Reintegração dos sistemas criados pelo ser humano nos sistemas mais elevados da Criação.

 

Os atributos mais importantes de um conceito cultural vital são: a sua incompletude criativa, a sua abertura à mudança, autocorrecção e desenvolvimento.
Estamos ainda longe de alcançar o nosso objectivo.