Comentários sobre Tamera

 

"E termino apontando um exemplo de comunidade internacional, multicultural, ecológica, solidária e feliz. Refiro-me à comunidade Tamera, na freguesia de Relíquias, concelho de Odemira, fundada há cerca de 15 anos, com mais de 200 membros, de todas as idades e de diferentes proveniências, que vive dos recursos da natureza, enriquecendo-a, respeitando a biodiversidade e fomentando um desenvolvimento sustentável. Passei umas horas com esta comunidade, no dia 6 de maio e fiquei convencido que no Alentejo se pode combater a desertificação da natureza e demográfica com novos modelos de vida social, respeitadores da natureza e da dignidade das pessoas. Deste modo o Alentejo se torna realmente terra de pão e de paz."
-- Dom António Vitalino, Bispo de Beja


"É com prazer que escrevo em apoio a Tamera - Comunidade e Centro de Investigação para a Paz.
Sou Director do Programa de Neurociência Champalimaud, em Lisboa, um centro internacional para a investigação sobre o cérebro, com mais de 150 cientistas, apoiado pela Fundação Champalimaud e subvencionado pela Comunidade Europeia, pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), pelo Howard Huges Medical Institute, entre outros.
Tomei conhecimento da investigação de Tamera em 2006. À medida que fui conhecimento melhor este trabalho, reconheci que os seus esforços em abordar questões relativas à reorganização social e ecológica têm grande importância para a sociedade, particularmente dada a crise económica e ecológica que enfrentamos actualmente.
Foi com isto presente que membros do Programa de Neurociência Champalimaud iniciaram uma relação colaborativa com membros de Tamera. Em Dezembro de 2012, esta colaboração foi concretizada com a participação de Tamera no nosso congresso científico denominado "Sociedade - Uma experiência contínua". A partir deste ponto de lançamento, continuamos a trabalhar em conjunto para identificar e desenvolver investigação adicional em tópicos de interesse comum.
Desejo ao projecto de Tamera o seu reconhecimento total em Portugal, e exorto-vos que apoiem os seus esforços."
--Zachary F. Mainen, Director do Programa de Neurociência Champalimaud, Portugal


“Nas suas acções e palavras, o Centro de Investigação para a Paz, Tamera, demonstrou uma dedicação impressionante a uma visão inspiradora que procura abordar problemas actuais urgentes, os quais abarcam desde os dilemas da vida quotidiana até às extraordinárias questões de uma sobrevivência decente. As tarefas são intimidantes, mas caso não sejam assumidas com seriedade, o futuro poderá ser sombrio.”
--Noam Chomsky, linguista mundialmente famoso, autor e activista, Estados Unidos da América

“Uma experiência profundamente importante na cura da nossa ruptura com a natureza, tanto ao nível interior como exterior.”
--Charles Eisenstein, orador, autor do livro “Sacred Economics” (Economia Sagrada), Estados Unidos da América

“Existe um sistema antigo que não quer morrer e um novo sistema que ainda não pode nascer. Através de projectos como Tamera o sistema antigo poderia finalmente tornar-se passado, permitindo o emergir do novo sistema.”
--Martin Almada, defensor de Direitos Humanos, laureado do Prémio Nobel Alternativo, Paraguai

“Independentemente do quão doentio se encontra o mundo humano, eu não perco esperança porque não acredito que seja tarde demais, e porque conheço muitos esforços grandiosos por um mundo de amor. Um dos meus preferidos é a comunidade de Tamera em Portugal. (...) Existe aqui um modelo que merece ser olhado. Este tema incrivelmente complexo do sexo, do amor, do relacionamento e da honestidade foi levado a um nível de experimentação melhor do que em qualquer outra comunidade que eu saiba que o tenha tentado. É muito atraente.”
--Patch Adams, MD, palhaço activista e fundador do Instituto Gesundheit!, Estados Unidos da América

“O trabalho que os Tamerianos estão a fazer é crucial para a sobrevivência e para o bem-estar da nossa Biosfera. Todos sabemos que os ecossistemas e a tecnologia podem co-evoluir numa biosfera em evolução e saudável. Tamera está a fazer o trabalho e a experimentação que precisam de ser feitos, a cura do amor, a compreensão e a experiência da conexão com a biosfera, e consequentemente da conexão uns com os outros.”
--Mark von Thillo, antigo co-capitão da Biosfera 2, co-fundador da Biosphere Foundation, Estados Unidos da América

“Tamera é uma das eco-aldeias da nossa rede global à qual damos sempre atenção, porque, com muita coragem, estão a dar passos muito radicais e inovadores em diversas direcções – tais como o vosso  trabalho pela paz, a universidade e o projecto da Aldeia Solar. Experimentar significa encontrar novos caminhos e isto frequentemente desperta medo e oposição. Mas a humanidade precisa deste tipo de experimentação. Esperamos que vocês continuem com as vossas iniciativas corajosas para que muitos possam aprender a partir dos vossos sucessos e fracassos.”
--Ross e Hildur Jackson, fundadores da Global Ecovillage Network (Rede Mundial de Eco-Aldeias), Dinamarca

“Eu estou interessada ao máximo neste trabalho, e considero os ensinamentos de Bernd Mueller [a respeito das Paisagens de Retenção de Água] como sendo cruciais para a sobrevivência do planeta.”
--Maude Barlow, autora de renome e activista pela justiça nas questões relativas à água, laureada do Pémio Nobel Alternativo, Canadá

“O que é particularmente notável a respeito de estar e viver na Comunidade de Tamera são as suas iniciativas genuínas de trabalho para a Paz entre todos, independentemente do género, classe ou credo.
Ter tido a experiência directa de viver dentro da Comunidade de Tamera reassegurou-nos dos esforços pela paz e pela não-violência assumidos pela Comunidade de Tamera, no sentido de estabelecer uma Paz duradoura para todos. Isto dá-nos a todos a esperança de que é possível.
Os nossos melhores votos da Família de Tilonia.”
--Srinivasan Soundara Rajan, coordenador do “Barefoot College” em Tilonia, India


“A minha experiência na comunidade de Paz de Tamera foi uma dádiva para a minha vida. Posso contar com um grande grupo de amigos que não me abandonaram, nem mesmo desde Portugal, nem nos meses mais difíceis da minha vida, quando estive exposta  a perseguições políticas e militares, as quais sofri repetidamente desde que sou parte da oposição política na Colômbia. Na Comunidade de Tamera, encontrei  pessoas boas que me deram a mão e o seu coração, e que me ajudaram a viver.
Agradeço à Comunidade de Tamera por cada dia que eles têm utilizado para proteger a minha vida e as vidas das pessoas da Comunidade de Paz ‘San José de Apartadó’ na Colômbia. Agradeço pelos seus esforços diários para unirem diversas pessoas ao nível global, por defenderem as pessoas mais pobres na Colômbia que lutam pelo seu direito à vida e à paz.”
--Gloria Cuartas,  activista pelos Direitos Humanos, antiga Presidente do Município de Apartadó, premiada pela UNESCO como "Presidente da Câmara pela Paz", Colômbia

“Não temos palavras para expressar o quão gratos estamos por todo o apoio que vocês nos têm dado, por tudo o que nos ensinaram, e pelo imenso respeito e solidariedade que emergem na nossa cooperação. E tudo isto por um mundo melhor! O vosso espírito pioneiro é uma fonte de inspiração que alimenta o nosso processo de paz. Estas são as coisas inestimáveis pelas quais nós só vos podemos agradecer.”
--Comunidade de Paz de ‘San José de Apartadó’, Colômbia

“Para mim, Tamera é um exemplo de como o mundo deveria ser. É um local para aprender o que significa realmente ser um Ser Humano; é um lugar para descobrir o poder que se encontra dentro de cada um de nós; é um lugar para ser realmente o que todos procuramos.
Enquanto activista Palestiniano, tenho orgulho do facto de Tamera não se isolar nem fugir dos problemas do mundo, mas ao invés dedicar-se à cura da dor que tanto nos habituámos a infligir sobre nós próprios enquanto seres humanos, em nome da ganância, do ódio, e da discriminação. O envolvimento da comunidade com a Palestina, Israel, Colômbia, Índia, e muitos outros lugares, é para mim um verdadeiro farol de luz para um futuro melhor para toda a Humanidade.”
--Sami Awad, activista pela não-violência , director do “Holy Land Trust” (Consórcio da Terra Santa), Belém, Palestina

“Visitei Tamera e participei na Universidade Internacional de Verão. Não encontrei nada objectável a respeito desta comunidade. Eu apoio o trabalho de Tamera com todo o coração. Penso que é um conceito maravilhoso, o de criar comunidades baseadas no amor, na harmonia e na paz.”
--Arun Gandhi, presidente do M. K. Gandhi Institute for Nonviolence (Instituto Gandhi para a Não-Violência) em Rochester, Estados Unidos da América

“Conheço o Biótopo de Cura - Tamera há muitos anos, e tenho seguido a investigação que este tem realizado pela paz, pela sustentabilidade e por um mundo mais justo. Por duas vezes, fui orador em encontros internacionais realizados em Tamera e estou profundamente impressionado com o trabalho destas pessoas.
Os fundadores Sabine Lichtenfels e Dieter Duhm e a totalidade do agrupamento de Tamera, ao qual estou ligado em amizade, conquistaram o meu absoluto respeito pelo seu empenho.”
--Padre Niklaus Brantschen, sacerdote Jesuíta e professor acreditado de Zen, antigo presidente do Instituto Lasalle, Suíça

“Estas são pessoas trabalhadoras, com um foco claro acerca de onde querem ir, e capazes de manter uma mente aberta para novas ideias. O seu trabalho no campo da Tecnologia Solar, entre outros é, sem sombra de dúvida, a vanguarda, e estou convencido que o seu árduo trabalho nos vai conduzir para soluções das quais a população em geral beneficiará no futuro. Os programas realizados em Tamera continuam a revelar o melhor nos jovens - organizadores excelentes e confiáveis.”
--Max Lindegger, designer de eco-aldeias, professor em Crystal Water, Austrália